Surtos de Doenças: Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.Cólera: Doença diarreica, aguda e endêmica na Índia e sudeste asiático, cujo agente causador é o VIBRIO CHOLERAE. Esta afecção pode levar a uma desidratação grave em questão de horas se não for rapidamente tratada.Influenza Humana: Infecção viral aguda em humanos envolvendo o trato respiratório. Caracterizada por inflamação da MUCOSA NASAL, FARINGE, conjuntiva, cefaleia e mialgia grave, frequentemente generalizada.Ceratoconjuntivite: Inflamação simultânea da córnea e conjuntiva.Estações do Ano: Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.Infecções por HIV: Incluem o espectro das infecções pelo vírus da imunodeficiência humana que vão desde o estado soropositivo assintomático, passando pelo complexo relação-AIDS até a síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS).Doenças Transmissíveis: Doença causada por um agente infeccioso ou suas toxinas através da transmissão deste agente ou seus produtos, do reservatório ou de uma pessoa infectada ao hospedeiro suscetível, quer diretamente através de uma pessoa ou animal infectado quer indiretamente através de um hospedeiro intermediário vegetal ou animal, por meio de um vetor, ou através do meio ambiente inanimado.Transmissão de Doença Infecciosa: Transmissão de doença ou patógenos infecciosos. Quando a transmissão for dentro da mesma espécie, o modo pode ser [chamado] horizontal ou vertical (TRANSMISSÃO VERTICAL DE DOENÇA INFECCIOSA).Número Básico de Reprodução: Número esperado de casos novos de uma infecção causada por um indivíduo infectado, em uma população que consiste apenas de contatos susceptíveis.Epidemiologia Molecular: Uso de técnicas de Biologia Molecular em estudos epidemiológicos (...) sobre exposição, suscetibilidade ou outros eventos biológicos. Não constitui uma disciplina, referindo-se apenas ao uso de técnicas moleculares. (Tradução livre do original: Last, 2001)Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Vírus da Diarreia Epidêmica Suína: Espécie de CORONAVIRUS causador da enterite aguda em suínos. Têm-se observado estas infecções na Europa (é endêmico) e China.Vigilância da População: Exame minucioso de uma população (população em geral, estudo de população, objetivo da população, etc.) geralmente usando métodos notáveis por sua praticabilidade, uniformidade e frequentemente por sua rapidez e mais ainda por sua completa precisão.Quarentena: Limitação à liberdade de trânsito de pessoas sãs que foram expostas a uma doença transmissível, pelo tempo estritamente necessário para controlar o risco de contágio. A quarentena deve ser ordenada por escrito por uma autoridade competente, prévio ditame médico, e consiste em que as pessoas expostas não saiam de um determinado local ou que sua assistência seja restringida a determinados lugares (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Dengue: Doença febril aguda transmitida por picada de mosquitos AEDES infectados com o VÍRUS DA DENGUE. É autolimitada e caracterizada por febre, mialgia, cefaleia e exantema. A DENGUE GRAVE é uma forma mais virulenta da dengue.Conglomerados Espaço-Temporais: Excesso estatisticamente significante de casos de uma doença ocorrendo dentro de um determinado espaço e tempo.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Doenças Transmissíveis Emergentes: Doenças infecciosas que são novas em relação à abrangência de seus surtos (geográficos e de hospedeiros) ou modo de transmissão.Vigilância de Evento Sentinela: Monitorização da proporção de ocorrência de condições específicas para avaliar a estabilidade ou alteração nos níveis de saúde de uma população. É também o estudo da proporção de doenças em um coorte específico, como uma área geográfica, um subgrupo populacional etc., para estimar uma tendência na população maior. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Controle de Doenças Transmissíveis: 1) Programas de vigilância elaborados para prevenir a transmissão de doenças, por qualquer via, de pessoa para pessoa ou de animal para humano (MeSH). 2) Operações e programas de monitoramento de doenças transmissíveis com o objetivo de reduzir e eliminar sua incidência e/ou prevalência. (Tradução livre do original: Last, 2001)Meningite Meningocócica: Infecção fulminante das meninges e do líquido subaracnóideo por bactéria NEISSERIA MENINGITIDIS produzindo inflamação difusa e tromboses venosas perimeningeais. Manifestações clínicas incluem FEBRE, rigidez de nuca, CONVULSÕES, CEFALEIA aguda, erupção com petéquias, estupor, déficits neurológicos focais, HIDROCEFALIA e COMA. O organismo, normalmente é transmitido através das secreções nasofaríngeas e é uma das principais causas de meningite em crianças e adultos jovens. Os sorogrupos A, B, C, Y e W-135, da Neisseria meningitidis são mencionados como causadores da meningite. (Tradução livre do original de: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp689-701; Curr Opin Pediatr 1998 Feb;10(1):13-8)Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Vírus Chikungunya: Espécie de ALPHAVIRUS que causa uma febre aguda semelhante a dengue.Infecções por Alphavirus: As doenças virais causadas por membros do gênero ALPHAVIRUS da família TOGAVIRIDAE.Febre Aftosa: A doença é produzida pelo menos por seis tipos de vírus, classificados como A,O,C,SAT-1,SAT-2 e SAT-3, sendo que os três últimos foram isolados na África e os demais apresentam ampla disseminação. Não há transmissores de aftosa; o vírus é vinculado pelo ar, pela água e alimentos, apesar de ser sensível ao calor e a luz. A imunidade contra um deles não protege contra os outros. Além disso, constataram-se alguns subtipos dos vírus citados, com a particularidade de que uns causam ataques mais graves que outros e alguns se propagam mais facilmente. Esta complexidade apresenta um aspecto muito desfavorável pois um animal atacado por um tipo de vírus, embora ofereça resistência ao mesmo, é ainda suscetível aos outros tipos e subtipos. O agente etiológico é um vírus da família Picornaviridae, gênero Aphthovírus. (Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Brasil. Acessado em 7/5/2014. Disponível em http://www.agricultura.sp.gov.br/contato/1-fale-conosco/54-o-que-e-febre-aftosa-)Modelos Teóricos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou atividade dos sistemas, processos ou fenômenos. Eles incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.História do Século XX: Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.Síndrome de Imunodeficiência Adquirida: Defeito adquirido da imunidade celular associado com a infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida humana (HIV), uma contagem de linfócitos T CD4-positivo abaixo de 200 células/microlitro ou menos do que 14 por cento do total de linfócitos, além de um aumento na susceptibilidade a infecções oportunísticas e neoplasias malignas. As manifestações clínicas incluem também emaciação e demência. Esses elementos refletem os critérios para AIDS de acordo com o CDC em 1993.Tempo (Meteorologia): Estado da ATMOSFERA no período de minutos até meses.Haiti: República nas Grandes Antilhas nas Índias Ocidentais. Sua capital é Porto Príncipe. Com a República Dominicana, forma a ilha de Hispaniola - Haiti ocupando o terço ocidental e a República Dominicana os dois terços orientais. O Haiti pertenceu à França de 1697 até que seu domínio foi desafiado através de insurreições de escravos em 1791. Tornou-se uma república em 1820. Foi virtualmente um protetorado americano entre 1915 e 1934. Adotou sua constituição presente em 1964 e emendou-a em 1971. O nome pode representar qualquer uma de duas palavras caribenhas, haiti, terra montanhosa, ou jhaiti, ninho.Saúde Mundial: Conceito relativo ao estado de saúde dos habitantes do mundo. Por ordem de gravidade os principais riscos para a saúde mundial foram assim classificados: subalimentação, prática de sexo sem proteção, hipertensão, tabagismo, álcool, má qualidade da água, colesterol, fumaça de combustíveis sólidos como carvão e lenha, carência de ferro e a obesidade.Vírus da Influenza A Subtipo H1N1: Subtipo do VÍRUS DA INFLUENZA A que apresenta as proteínas de superfície hemaglutinina 1 e neuraminidase 1. O subtipo H1N1 foi responsável pela pandemia de gripe espanhola em 1918.Processos Estocásticos: Processos que incorporam algum elemento aleatório usado particularmente para referir-se a uma "série de tempo" de variáveis aleatórias.Difteria: Infecção localizada nas mucosas ou na pele causada por cepas toxigênicas do CORYNEBACTERIUM DIPHTHERIAE. É caracterizada pela presença de uma pseudomembrana no sítio de infecção. A TOXINA DIFTÉRICA, produzida pelo C. diphtheriae, pode causar miocardite, polineurite e outros efeitos tóxicos sistêmicos.China: País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.Vibrio cholerae: Agente etiológico da CÓLERA.Chuvas: Partículas de água que caem da ATMOSFERA.Análise de Sequência de DNA: Processo de vários estágios que inclui clonagem, mapeamento físico, subclonagem, determinação da SEQUÊNCIA DE DNA e análise de informação.Sorotipagem: Processo de determinação e de distinção de espécies de bactérias ou vírus baseado em antígenos que apresentam.Síndrome Respiratória Aguda Grave: Transtorno viral caracterizado por FEBRE alta, TOSSE seca, falta de ar (DISPNEIA) ou dificuldades para respirar e PNEUMONIA atípica. Um vírus do gênero CORONAVIRUS é o agente suspeito.Modelos Estatísticos: Representação de um sistema, processo ou relação através de uma fórmula matemática em que se usam as equações para inferir ou estimar seu funcionamento ou inter-relação.Análise por Conglomerados: Conjunto de métodos de estatística usados para agrupar variáveis ou observações em subgrupos altamente inter-relacionados. Em epidemiologia, pode-se usar para analisar séries de grupos de eventos com grande afinidade entre si ou casos de doença ou outros fenômenos relacionados à saúde cujos modelos de distribuição sejam bem definidos com respeito a tempo ou espaço, ou a ambos.Vírus da Dengue: Espécie do gênero FLAVIVIRUS que causa doença febril aguda, e às vezes hemorrágica, no homem. A dengue é transmitida por mosquitos, tendo quatro sorotipos conhecidos.Eletroforese em Gel de Campo Pulsado: Eletroforese em gel na qual a direção do campo elétrico é alterada periodicamente. Esta técnica é similar a outros métodos eletroforéticos normalmente utilizados para separar a dupla fita das moléculas de DNA de variáveis tamanhos até dezenas de milhares de pares de bases. Contudo, pela alternância da direção do campo elétrico é possível separar moléculas de DNA de comprimentos de até vários milhões de pares de bases.Clima: Manifestações a longo prazo do TEMPO (METEOROLOGIA). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)História do Século XIX: Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.Infecção Hospitalar: Qualquer infecção que um paciente contrai de outro em uma instituição de saúde.Saúde Pública: Ramo da medicina voltado para a prevenção e o controle de doenças e deficiências, e para a promoção da saúde física e mental da população tanto nos níveis internacional e nacional, como no estadual ou municipal.Burundi: República na África oriental limitada ao norte por RUANDA e ao sul pela TANZÂNIA. Sua capital é Bujumbura.História do Século XVIII: Período de tempo a partir de 1701 até 1800 da era comum.Geografia: Ciência que estuda a terra e sua vida, especialmente a descrição da terra, mar e ar e a distribuição da vida vegetal e animal, incluindo a humanidade e suas indústrias referentes às relações mútuas destes elementos. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed)Estados UnidosGenótipo: Constituição genética do indivíduo que abrange os ALELOS presentes em cada um dos LOCI GÊNICOS.Insetos Vetores: Insetos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro para outro, ou de um reservatório inanimado para um hospedeiro animado.Notificação de Doenças: Comunicação obrigatória de determinadas doenças às autoridades de saúde pública locais, após diagnosticadas. (Tradução livre do original: Last, 2001)Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Infecções por Adenovirus Humanos: As infecções respiratórias e conjuntivais causadas por 33 sorotipos identificados de adenovírus humano.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Cuba: Ilha nas Grandes Antilhas nas Índias Ocidentais, ao sul da Flórida. Junto com ilhas adjacentes forma a República de Cuba. Sua capital é Havana. Foi descoberta por Colombo na primeira viagem dele em 1492 e foi conquistada pela Espanha em 1511. Tem uma história variada sob domínio da Espanha, Grã-Bretanha e Estados Unidos, mas está independente desde 1902. Diz-se que Cuba é um nome índio de origem desconhecida mas o idioma que originou o nome está extinto, de forma que a etimologia é uma conjetura. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p302 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p132)Epidemiologia: Estudo da distribuição e dos determinantes de estados ou eventos relacionados à saúde em populações específicas, bem como a aplicação desse estudo no controle de problemas ligados à saúde. (Tradução livre do original: Last, 2001)Pleurodinia Epidêmica: Doença infecciosa, aguda e febril que geralmente ocorre em epidemias. É causada normalmente por coxsackieviruses B e, às vezes, por coxsackieviruses A, echovirus ou outros enterovírus.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.História do Século XVII: Período de tempo a partir de 1601 até 1700 da era comum.Vigilância em Saúde Pública: Coleção sistemática, análise e interpretação de dados relacionados à saúde com o propósito de prevenção ou controle de doenças ou de identificação de eventos incomuns de importância na saúde pública, seguido da disseminação e uso da informação para ação em saúde pública. (Tradução livre do original: Am J Prev Med 2011;41(6):636)ÍndiaÁfricaPandemias: Epidemia de doença infecciosa que se disseminou para vários países, com frequência mais de um continente e que afeta geralmente um grande número de pessoas.História do Século XVI: Período de tempo a partir de 1501 até 1600 da era comum.Vibrio cholerae O1: Linhagem do VIBRIO CHOLERAE contendo o grupo 1 de ANTÍGENOS O. Todas as linhagens (sorotipos) são causadoras do CÓLERA. Há duas 'biovariedades' (biovars; biotipos): cholerae e 'eltor' (El tor).Técnicas de Tipagem Bacteriana: Procedimentos para identificação de tipos e variedades de bactérias. Os sistemas de tipagem mais frequentemente empregados são TIPAGEM DE BACTERIÓFAGO e SOROTIPAGEM bem como tipagem de bacteriocinas e biotipagem.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.África ao Sul do Saara: Toda a África exceto a África do norte (ÁFRICA DO NORTE).Vacinação: Administração de vacinas para estimulação da resposta imune do hospedeiro. Isto inclui qualquer preparação que objetive a profilaxia imunológica ativa.Variação Genética: Diferenças genotípicas observadas entre indivíduos em uma população.Abuso de Substâncias por Via Intravenosa: Abuso, uso excessivo, ou mau uso de uma substância, através de uma injeção em uma veia.Corynebacterium diphtheriae: Espécie de bactéria Gram-positiva e asporogênica em que três tipos de cultura são reconhecidos. Estes tipos (grave, intermediário e ameno) foram originalmente denominados de acordo com a severidade clínica dos casos dos quais se isolaram as diferentes linhagens mais frequentemente. Esta espécie é o agente causador da DIFTERIA.Aedes: Gênero de mosquitos (CULICIDAE) frequentemente encontrados em regiões tropicais e subtropicais. A FEBRE AMARELA e a DENGUE são duas das doenças que podem ser transmitidas por espécies deste gênero.Rickettsia prowazekii: Espécie de bactéria Gram-negativa e aeróbia que é o agente etiológico da febre tifoide epidêmica adquirida pelo contato com piolhos (TIFO EPIDÊMICO TRANSMITIDO POR PIOLHOS), assim como a doença de Brill.Vírus da Cinomose Focina: Espécie de MORBILLIVIRUS que causa cinomose em focas.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Ilhas Atlânticas: Ilhas amplamente dispersas no Oceano Atlântico tão distantes ao norte como AÇORES e tão longe ao sul como as ilhas South Sandwich, com a maior concentração encontrada na REGIÃO DO CARIBE. Elas incluem a Ilha de Annobon, Ascención, Ilhas Canárias, Ilhas Falklands, Fernando Po (também chamada Isla de Bioko e Bioko), Ilha Gough, Madeira, São Tomé e Príncipe, Santa Helena e Tristan da Cunha.Norovirus: Gênero de vírus (família CALICIVIRIDAE) associado com GASTROENTERITES endêmicas em humanos. O representante da espécie (VÍRUS NORWALK) apresenta múltiplas linhagens.História do Século XV: Período de tempo a partir de 1401 até 1500 da era comum.História do Século XXI: Período de tempo a partir de 2001 até 2100 da era comum.Comportamento Sexual: Atividades sexuais dos humanos.África do Sul: República ao sul da África, a parte mais austral da África. Possui três capitais: Pretoria (administrativa), Cidade do Cabo (legislativa) e Bloemfontein (jurídica). É oficialmente a República da África do Sul desde 1960, e foi chamada de União da África do Sul entre 1910 e 1960.Homossexualidade Masculina: Atração ou relação sexual entre homens.Doenças Endêmicas: Presença constante de doenças ou agentes infecciosos dentro de uma determinada área geográfica ou grupo populacional. Também pode se referir a uma prevalência de uma certa doença em uma área ou grupo. Inclui doenças holoendêmica e hiperendêmica. Uma doença holoendêmica é uma das quais o nível elevado de prevalência de infecção começa precocemente na vida e afeta a maioria das crianças de uma população, levando a um estado de equilíbrio como o que a população adulta mostra evidências muito menores da doença do que as crianças (malária em muitas comunidades é considerada uma doença holoendêmica). A doença hiperendêmica corresponde a uma presença constante com uma elevada taxa de incidência e/ou prevalência e que afeta todos os grupos igualmente. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 3d ed, p53, 78, 80)Fatores Epidemiológicos: Acontecimentos, características ou qualquer outro fator real que potencialmente possa afetar as condições de saúde ou alterar algum resultado já definido.Infecções por Echovirus: Os processos de doenças infecciosas, incluindo meningite, diarreia e transtornos respiratórios, causados por echovirus.Obesidade: Estado no qual o PESO CORPORAL está grosseiramente acima do peso aceitável ou ideal, geralmente devido a acúmulo excessivo de GORDURAS no corpo. Os padrões podem variar com a idade, sexo, fatores genéticos ou culturais. Em relação ao ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, um IMC maior que 30,0 kg/m2 é considerado obeso e um IMC acima de 40,0 kg/m2 é considerado morbidamente obeso (OBESIDADE MÓRBIDA).Reunião: Uma das Ilhas do Oceano Índico, a leste de Madagáscar. Sua capital é Saint-Denis. Foi descoberta em 1507 pelos portugueses e reivindicada pela França em 1638. Foi colonizada primeiro em 1662 como Isle de Bourbon, mas renomeada Reunião em 1793. Em 1946 foi transformada em um departamento ultramarino da França. O nome comemora a reunião dos revolucionários de Marselha com a Guarda Nacional em Paris em 1792.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Ribotipagem: Análise de POLIMORFISMO DE FRAGMENTO DE RESTRIÇÃO de genes de RNAr que é usada para diferenciação entre espécies ou cepas.DNA Bacteriano: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de bactérias.Peste: Doença infecciosa aguda causada por YERSINIA PESTIS que afeta humanos, roedores silvestres e seus ectoparasitas. Essa situação persiste devido à firme relação entre roedores silvestres e pulgas por todos os ecossistemas ao redor do mundo, que forma o principal reservatório da Yersinia. A peste bubônica é a forma mais comum.Viagem: Aspectos de saúde e de doença relacionados a viagens.Vírus da Influenza A: Espécie típica do gênero INFLUENZAVIRUS A que causa influenza e outras doenças em humanos e animais. A variação antigênica ocorre frequentemente entre as linhagens permitindo a classificação em subtipos e variantes. A transmissão ocorre por aerossol (hospedeiros humanos e a maioria dos não aquáticos) ou pela água (patos). Aves infectadas liberam o vírus em sua saliva, secreções nasais e fezes.Neisseria meningitidis Sorogrupo W-135: Linhagens de Neisseria meningitidis encontradas principalmente na África.Vírus da Influenza A Subtipo H3N2: Subtipo do VÍRUS DA INFLUENZA A que apresenta as proteínas de superfície hemaglutinina 3 e neuraminidase 2. O subtipo H3N2 foi responsável pela pandêmica gripe de Hong Kong (em 1968).Conjuntivite Viral: A inflamação frequentemente leve da conjuntiva causada por uma variedade de agentes virais. O acometimento da conjuntiva pode ser parte de uma infecção sistêmica.Busca de Comunicante: Identificação daquelas pessoas (ou animais) que tenham tido contato com pessoas ou animais infectados ou ambiente contaminado tendo tido a oportunidade de adquirir a infecção. A busca de comunicante é um método geralmente aceito para controle de doenças sexualmente transmissíveis.Anticorpos Antivirais: Imunoglobulinas produzidas em resposta a ANTÍGENOS VIRAIS.Métodos Epidemiológicos: Técnicas de pesquisa focalizadas em desenhos de estudo e dados que reúnem métodos em populações humanas e animais.Doença de Mão, Pé e Boca: Doença viral leve e altamente infecciosa que acomete crianças e é caracterizada por lesões vesiculares na boca, nas mãos e nos pés. É causada pelos Coxsackievirus A.Impressões Digitais de DNA: Técnica para identificação de indivíduos de uma espécie baseada na singularidade de suas sequências de DNA. A singularidade é determinada identificando-se qual combinação de variações alélicas ocorrem no indivíduo em número estatisticamente relevante de diferentes loci. Em estudos forenses, o POLIMORFISMO DE FRAGMENTO DE RESTRIÇÃO de LOCI VNTR ou loci de REPETIÇÕES MINISSATÉLITE múltiplos e altamente polimórficos são analisados. O número de loci usados para o perfil depende da FREQUÊNCIA ALÉLICA na população.Vacinas contra Influenza: Vacinas usadas para evitar infecção por vírus da família ORTHOMYXOVIRIDAE. Abrange as vacinas com vírus morto e com vírus atenuado. A composição das vacinas é alterada a cada ano em resposta ao grupo antigênico e as alterações na prevalência das linhagens do vírus influenza. Frequentemente a vacina é bivalente ou trivalente contendo uma ou duas linhagens de INFLUENZAVIRUS A e uma linhagem INFLUENZAVIRUS B.Reservatórios de Doenças: Fontes animadas ou inanimadas que normalmente abrigam organismos causadores de doenças, servindo, assim, como fontes potenciais para surtos de doenças. Os reservatórios são diferenciados em vetores (VETORES DE DOENÇAS) e transmissores, que são agentes de transmissão de doenças, ao invés de fontes contínuas de surtos potenciais.ConjuntiviteTadjiquistãoSoroprevalência de HIV: Estudos do número de casos onde o vírus da imunodeficiência humana (HIV) está presente em uma população específica em um tempo designado. A presença em um dado indivíduo está determinada pela descoberta dos anticorpos de HIV no soro (SOROPOSITIVIDADE AO HIV).Estudos Soroepidemiológicos: ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS baseados na detecção, por meio de testes sorológicos, de alterações típicas no nível sérico de ANTICORPOS específicos. Além de casos clinicamente manifestos, infecções subclínicas latentes e condições de portadores podem ser detectadas.Simulação por Computador: Representação feita por computador de sistemas físicos e fenômenos como os processos químicos.Gastroenterite: INFLAMAÇÃO de qualquer segmento do TRATO GASTROINTESTINAL do ESÔFAGO ao RETO. Entre as várias causas da gastroenterite estão genética, infecção, HIPERSENSIBILIDADE, efeitos de drogas e CÂNCER.U.R.S.S.Culicidae: Famílias da ordem dos DÍPTEROS que engloba os mosquitos. Os estágios larvais são aquáticos, e os adultos podem ser reconhecidos pela característica vascularização das ASAS, as escalas ao longo das veias das asas e o longo proboscis (aparelho picador-sugador). Várias espécies são de particular importância médica.Distribuição por Idade: Agrupamento de indivíduos segundo idade ou faixa etária. O conceito não é restrito a humanos.Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Febre Amarela: Doença infecciosa aguda originariamente dos trópicos, causada por um vírus e transmitida ao homem por mosquitos dos gêneros Aedes e Haemagogus. A forma grave é caracterizada por febre, ICTERÍCIA e dano renal.Vírus da Influenza B: Espécie do gênero INFLUENZAVIRUS B causador da INFLUENZA HUMANA e outras doenças, principalmente em humanos. A variação antigênica é menor que nos vírus do tipo A (VÍRUS DA INFLUENZA A) e consequentemente não há base para a distinção em subtipos ou variantes. As epidemias são menos prováveis do que com o VÍRUS DA INFLUENZA A e nunca houve pandemias. Anteriormente encontrado apenas em humanos, o vírus da Influenza B foi isolado de focas, que pode constituir o reservatório animal ao qual os humanos estão expostos.Influenza Aviária: Infecção de aves domésticas e selvagens e outras AVES com VÍRUS DA INFLUENZA A. As aves geralmente não adoecem, mas o vírus pode ser altamente patogênico e fatal em AVES DOMÉSTICAS.Neisseria meningitidis Sorogrupo A: Linhagens de Neisseria meningitidis responsáveis pela maioria dos surtos de doenças meningocócicas da Europa ocidental e dos Estados Unidos na primeira metade do século XX. Continuam sendo a maior causa de doenças na Ásia e na África, especialmente as epidemias localizadas que ocorrem na África subsaariana.Dengue Grave: Forma virulenta de dengue caracterizada por TROMBOCITOPENIA e um aumento na permeabilidade vascular (graus I e II), identificável por um teste positivo de dor (ex.: TESTE DA DOR COM TORNIQUETE). Quando acompanhada por CHOQUE (graus III e IV), é chamada síndrome do choque da dengue. (Tradução livre do original: MeSH/NLM) Nova nomenclatura: http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs117/es/index.html.Vacinação em Massa: Administração de uma vacina a grandes populações para suscitar a IMUNIDADE.Prática de Saúde Pública: As atividades e empenho dos serviços de saúde pública em qualquer nível de uma comunidade.África Oriental: Área geográfica da África que abrange BURUNDI, DJIBUTI, ETIÓPIA, QUÊNIA, RUANDA, SOMÁLIA, SUDÃO, TANZÂNIA e UGANDA.Infecções por Caliciviridae: Doenças virais causadas por CALICIVIRIDAE. Entre elas estão HEPATITE E, EXANTEMA VESICULAR DE SUÍNOS, infecções agudas respiratórias em felinos, doença hemorrágica dos coelhos e alguns casos de gastroenterite em humanos.JapãoFederação RussaRepública Democrática do Congo: República na África central, ao leste da REPÚBLICA DO CONGO, sul da REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA e ao norte de ANGOLA e ZÂMBIA. A capital é Kinshasa.Previsões: 1) Predição ou projeção da natureza de problemas futuros ou condições existentes baseadas na extrapolação ou interpretação de dados científicos existentes ou por aplicação de metodologia científica. (MeSH) 2) Declaração da hora, lugar e magnitude esperada, de um evento futuro (para terremotos, erupções vulcânicas, etc.) (Material II - IDNDR, 1992).Dinâmica Populacional: Qualquer processo ou inter-relação de fenômenos que provocam mudanças em uma população.Monitoramento Epidemiológico: Coleção, análise e interpretação de dados sobre a frequência, distribuição e consequências das doenças ou das condições de saúde para uso em planejamento, implementação e avaliação dos programas de saúde pública.Vibrio cholerae O139: Linhagens do VIBRIÃO COLÉRICO contendo ANTÍGENOS O grupo 139. Esta linhagem surgiu na Índia (1992) causadora da epidemia de CÓLERA.Reino UnidoIsolamento de Pacientes: Isolamento de pacientes com doenças transmissíveis ou outras doenças, por um tempo determinado. O isolamento pode ser estrito, no qual os movimentos e contatos sociais são limitados; modificado, onde é feito um esforço para controlar aspectos específicos do cuidado, para prevenir um contágio; ou reverso, onde o paciente é isolado em um ambiente controlado ou isento de germes, para sua proteção a alguma contaminação.Zimbábue: República na África austral, a leste da ZÂMBIA e de BOTSUANA e a oeste de MOÇAMBIQUE. Sua capital é Harare. Antiga Rodhesia e Rhodesia Meridional.Phoca: Gênero da família das FOCAS NÃO ESPIGADAS (Phocidae) e coletivamente os PINÍPEDES mais abundantes do Hemisfério Norte.França: País na Europa ocidental limitado pelo Oceano Atlântico, Canal Inglês, Mar Mediterrâneo e pelos países Bélgica, Alemanha, Itália, Espanha, Suíça, os principados de Andorra e Mônaco e ducado de Luxemburgo. Sua capital é Paris.Neisseria meningitidis: Espécie de BACTÉRIA aeróbica, Gram-negativa. É comensal e patogênica somente em humanos, podendo ocorrer assintomaticamente na NASOFARINGE. Quando encontrada no líquido cerebroespinhal, é o agente causador da meningite cerebroespinhal (MENINGITE MENINGOCÓCICA), sendo ainda encontrada em secreções venéreas e no sangue. Há pelo menos 13 grupos sorológicos, classificados com base nas diferenças antigênicas dos polissacarídeos capsulares; causam a maioria das meningites infecciosas como A, B, C, Y e W-135. Cada sorogrupo pode ser ainda classificado por sorotipo, soro-subtipo e imunotipo.História Medieval: Período da história a partir do ano 500 até 1450 da era comum.Tailândia: Antigamente conhecida por Sião, a Tailândia é uma nação no sudeste da Ásia no centro da Indochina. Sua capital é Bangkok.Evolução Molecular: Processo de mudanças cumulativas em relação ao DNA, RNA e PROTEÍNAS, ao longo de sucessivas gerações.Infecções Estafilocócicas: As infecções por bactérias do gênero STAPHYLOCOCCUS.Resistência a Meticilina: Não suscetibilidade de um micróbio à ação da METICILINA, um derivado semissintético da penicilina.Zoonoses: Doenças de animais que podem ser transmitidas aos HUMANOS ou podem ser transmitidas dos humanos para os animais.Demografia: Ciência e prática que lida com análises estatísticas e matemáticas de dados sobre populações - tamanho, composição e distribuição espacial, bem como causas e consequências de mudanças na fertilidade, mortalidade, casamentos e migrações. (Tradução livre do original: Popline, 2002)UcrâniaAves Domésticas: Aves domesticadas criadas para alimentação. Caracteristicamente inclui GALINHAS, PERUS, PATOS, GANSOS e outros.Níger: República na África ocidental, ao norte da NIGÉRIA e a oeste do CHADE. Sua capital é Niamey.Tipagem de Bacteriófagos: Técnica de tipagem bacteriana que faz uma diferenciação entre bactérias ou tipos de bactérias por sua susceptibilidade a um ou mais bacteriófagos.Toxoide Diftérico: Toxina de Corynebacterium diphtheriae inativada por formaldeído. Geralmente é usado em misturas com TOXOIDE TETÂNICO e VACINA CONTRA COQUELUCHE (DPT), ou com toxoide tetânico unicamente (DT para uso pediátrico e Td, que contém 5 a 10 vezes menos toxoide diftérico, para outro uso). O toxoide diftérico é usado para prevenir a difteria. A ANTITOXINA DIFTÉRICA é usada para tratamento.Infecções por EnterovirusAntibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Análise Espaço-Temporal: Técnicas que estudam as entidades por meio do uso de suas propriedades topológicas, geométricas ou geográficas e incluem a dimensão tempo na análise.Virulência: Grau de patogenicidade dentro de um grupo ou espécies de micro-organismos ou vírus, conforme indicado pela taxa de fatalidade dos casos e/ou pela capacidade do organismo invadir os tecidos do hospedeiro. A capacidade patogênica de um organismo é determinada por seus FATORES DE VIRULÊNCIA.Comunidade dos Estados Independentes: Criada em 1991, a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) constitui-se num bloco político-econômico que reúne 12 das 15 repúblicas que formavam a antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Ficaram de fora apenas os três países bálticos: Lituânia, Letônia e Estônia, sendo que este último está solicitando ingresso na União Europeia. A CEI, com uma população de 273,7 milhões de habitantes, está organizada em uma confederação de Estados, que preserva a soberania de cada um. A Comunidade prevê a centralização de Forças Armadas e o uso de uma moeda comum: o Rublo. Seu PIB é estimado em 587,8 bilhões de dólares dos EUA. São Países-Membros da CEI: Armênia, Belarus, Cazaquistão, Federação Russa, Moldávia, Quirguistão, Tadjiquistão, Turcomenistão, Ucrânia, Uzbequistão, desde 1991, e Geórgia e Azerbaidjão, a partir de 1993. (http://www.camara.gov.br/mercosul/blocos/CEI.htm).Saneamento: Controle de todos os fatores do meio físico do homem, que exercem ou podem exercer efeito deletério sobre seu bem estar físico, mental ou social.Conjuntivite Hemorrágica Aguda: Doença altamente contagiosa caracterizada por hemorragia subconjuntival, inchaço repentino das pálpebras e congestão, vermelhidão e dor no olho. A conjuntivite epidêmica causada pelo Enterovirus 70 (EV-70) foi descrita pela primeira vez na África em 1969. É causada também pela variante A24 do Coxsackievirus (CA24v). Epidemias por esse organismo têm aparecido mais frequentemente na África.HIV-1: Espécie tipo de LENTIVIRUS e agente etiológico da AIDS. É caracterizado pelo seu efeito citopático e pela afinidade pelo linfócito T CD4+.Tipagem de Sequências Multilocus: Sequenciamento direto de nucleotídeos de fragmentos gênicos de vários genes de manutenção para o propósito de análise filogenética, identificação de organismo e tipagem de espécie, cepa, sorovares (variantes encontrados no soro) e outros níveis filogenéticos distinguíveis.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Guiné-Bissau: República na África ocidental, ao sul do SENEGAL e a oeste da GUINÉ. Sua capital é Bissau.Testes de Inibição da Hemaglutinação: Testes sorológicos nos quais uma quantidade conhecida de antígeno é adicionada ao soro, antes da adição da suspensão de células vermelhas. A reação resultante é expressa como a menor quantidade de antígeno que causa inibição completa da hemaglutinação.Política de Saúde: Decisões geralmente desenvolvidas por formuladores de políticas do governo, para definição de objetivos imediatos e futuros do sistema de saúde.ItáliaQuênia: República na África oriental, ao sul da ETIÓPIA e a oeste da SOMÁLIA, com a TANZÂNIA ao sul e costa no Oceano Índico. Sua capital é Nairobi.Heterossexualidade: Atração ou relação sexual entre membros do SEXO oposto.RNA Viral: Ácido ribonucleico que constitui o material genético de vírus.Hong Kong: A antiga colônia da coroa Britânica localizada na costa sudeste da China, incluindo a ilha de Hong Kong, Península de Kowloon e Territórios Novos. Os três locais foram cedidos aos Britânicos pelos Chineses respectivamente em 1841, 1860 e 1898. Hong Kong reverteu para a China em julho de 1997. O nome representa a pronuncia Cantonesa do Chinês xianggang, porto fragrante, de xiang, perfume, e gang, porto ou ancoradouro, com referência às suas correntes adocicadas pela água fresca de um rio a oeste dali.Genoma Viral: Complemento genético completo contido em uma molécula de DNA ou RNA de um vírus.Clostridium difficile: Habitante comum da flora do colo em crianças e às vezes em adultos. Produz uma toxina que causa ENTEROCOLITE PSEUDOMEMBRANOSA em pacientes recebendo antibioticoterapia.Europa (Continente)Doenças Sexualmente Transmissíveis: As doenças devido a ou propagadas por contato sexual.Uganda: República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.África Central: Área geográfica da África que abrange CAMARÕES, REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA, CHADE, CONGO, GUINÉ EQUATORIAL, GABÃO e REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO.Produtos do Gene pol do Vírus da Imunodeficiência Humana: Proteínas codificadas pelo GENE POL do VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA.Infecções Meningocócicas: Infecções por bactérias da espécie NEISSERIA MENINGITIDIS.População Rural: Habitantes da área rural ou de pequenos municípios classificados como rurais.Staphylococcus aureus: Bactérias potencialmente patogênicas encontradas em membranas nasais, pele, folículos pilosos e períneo de animais homeotermos. Podem causar diversos tipos de infecções e intoxicações.RomêniaNações Unidas: Organização internacional formada por vários Estados soberanos, fundada logo após a II Guerra Mundial para manter a paz e a segurança internacionais, fomentar relações amistosas entre as nações, e promover o progresso social, melhores padrões de vida e os direitos humanos. Os estados-membros são unidos pelos princípios e deveres como membros da comunidade internacional. (ONU - Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil)Febre do Nilo Ocidental: Doença viral transmitida por mosquito e causada pelo VÍRUS DO NILO OCIDENTAL, (FLAVIVIRUS), endêmica para as regiões da África, Ásia e Europa. Entre as características clínicas comuns estão CEFALEIA, FEBRE, erupção maculopapular, sintomas gastrointestinais e linfadenopatia. Também pode ocorrer MENINGITE, ENCEFALITE e MIELITE. A doença, ocasionalmente pode ser fatal ou deixar déficits neurológicos residuais nos sobreviventes. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1996, Ch26, p13; Lancet 1998 Sep 5;352(9130):767-71)Doenças dos AnimaisAssunção de Riscos: Incumbência de uma tarefa envolvendo um desafio para realização de um objetivo desejado no qual existe incerteza ou medo de fracasso. Pode também incluir a exibição de certos comportamentos cujos resultados podem apresentar risco ao indivíduo ou aqueles ligados a ele ou ela.TaiwanBangladeshVetores de Doenças: Invertebrados ou vertebrados não humanos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro a outro.Densidade Demográfica: Número de indivíduos por unidade de espaço.Infecções por Burkholderia: As infecções por bactérias do gênero BURKHOLDERIA.África Austral: Área geográfica da África que abrange ANGOLA, BOTSUANA, LESOTO, MALAUI, MOÇAMBIQUE, NAMÍBIA, ÁFRICA DO SUL, SUAZILÂNDIA, ZÂMBIA e ZIMBÁBUE.Controle de Infecções: Programas de vigilância de doenças, geralmente dentro de instalações de saúde, projetados para investigar, prevenir e controlar a disseminação das infecções e seus micro-organismos causadores.Imunidade Coletiva: Falta de suceptibilidade a uma infecção de um amplo grupo de indivíduos em uma população. Uma variedade de fatores pode ser responsável pela imunidade coletiva e isto dá as definições diferentes usadas na literatura. Geralmente a imunidade coletiva refere-se ao caso quando a maioria da população é imune a infecção de um único indivíduo não causará uma epidemia. Também, nestas populações imunizadas, os indivíduos susceptíveis dificilmente se tornarão infectados. A imunidade coletiva também pode se referir a um caso quando indivíduos desprotegidos são incapazes de contrair uma doença, pois o organismo infectante foi banido da população.MéxicoInfecções por Coronavirus: Doenças virais causadas pelo gênero CORONAVIRUS. Algumas das condições incluem a enterite transmissível dos perus (ENTERITE TRANSMISSÍVEL DOS PERUS, PERITONITE INFECCIOSA FELINA e a GASTROENTERITE SUÍNA TRANSMISSÍVEL).Tipagem Molecular: Uso de técnicas de BIOLOGIA MOLECULAR como ANÁLISE DE SEQUÊNCIA DE DNA, ELETROFORESE EM GEL DE CAMPO PULSADO e IMPRESSÕES DIGITAIS DE DNA para identificar, classificar e comparar organismos e seus subtipos.Orthomyxoviridae: Família de vírus de RNA causadores de influenza e outras doenças. Há cinco gêneros reconhecidos: INFLUENZAVIRUS A, INFLUENZAVIRUS B, INFLUENZAVIRUS C, ISAVIRUS e THOGOTOVIRUS.Fezes: Excrementos oriundos do INTESTINO que contêm sólidos não absorvidos, resíduos, secreções e BACTÉRIAS do SISTEMA DIGESTÓRIO.Febre Hemorrágica com Síndrome Renal: Doença febril aguda que ocorre predominantemente na Ásia. Caracteriza-se por febre, prostração, vômitos, fenômenos hemorrágicos, choque e falência renal. É causada por qualquer uma das várias espécies intimamente relacionadas do gênero Hantavirus. A forma mais grave é causada por VÍRUS HANTAAN, cujo hospedeiro natural é o roedor "Apodemus agrarius". Uma forma mais leve é causada por VIRUS SEUL e é transmitida pelos roedores" Rattus rattus" e "R. norvegicus", e o VIRUS PUUMALA com transmissão por "Clethriomomys galreolus".Malária: Doença causada em humanos por protozoários de quatro espécies do gênero PLASMODIUM: PLASMODIUM FALCIPARUM, PLASMODIUM VIVAX, PLASMODIUM OVALE e PLASMODIUM MALARIAE e transmitida pela picada da fêmea infectada do mosquito do gênero ANOPHELES. A malária é endêmica em partes da Ásia, África, Américas Central e do Sul, Oceania e em certas ilhas Caribenhas. Caracteriza-se clinicamente por exaustão extrema associada com paroxismos de FEBRE alta, SUDORESE, CALAFRIOS e ANEMIA. Em ANIMAIS, a malária é causada por outras espécies de plasmódio.Kuru: Doença de príon encontrada exclusivamente entre os nativos do grupo linguístico Fore das terras altas da Nova Guiné. A doença é principalmente restrita às fêmeas adultas e crianças de ambos os sexos. É caracterizada pelo início subagudo de tremor e ataxia seguido por fraqueza motora e incontinência. A morte ocorre dentro de 3-6 meses após o início da doença. A afecção está associada aos rituais de canibalismo e se tornou rara desde que esta prática se descontinuou. Entre os sinais estão uma perda não inflamatória de neurônios que é mais proeminente no cerebelo, proliferação da glia e placas amiloides. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p773))