Disfunção Primária do Enxerto: Forma de lesão de isquemia-reperfusão que ocorre no período inicial após transplante. Alterações patofisiológicas significativas nas MITOCÔNDRIAS são a principal causa desta disfunção. É mais comumente observada em transplantes de pulmão, fígado ou rins e pode levar à REJEIÇÃO DE ENXERTO.Transplante de Pulmão: Transferência de um ou ambos os pulmões de um ser humano ou animal a outro.Colágeno Tipo V: Colágeno fibrilar amplamente distribuído como um componente menor em tecidos que contêm COLÁGENO TIPO I e COLÁGENO TIPO III. É uma molécula heterotrimérica composta por subunidades alfa1 (V), alfa2 (V) e alfa3 (V). Há várias formas de colágeno tipo V que dependem da composição das subunidades que formam o trímero.Doadores de Tecidos: Indivíduos que fornecem tecidos vivos, órgãos, células, sangue ou componentes do sangue para transferência ou transplante para receptores histocompatíveis.Bronquiolite Obliterante: Inflamação dos BRONQUÍOLOS que leva a uma doença obstrutiva pulmonar. Os bronquíolos são caracterizados por tecido de granulação fibrosa com exsudato brônquico na luz. As características clínicas incluem uma tosse improdutiva e DISPNEIA.Sobrevivência de Enxerto: Sobrevivência do enxerto no hospedeiro, os fatores responsáveis pela sobrevivência e as alterações que ocorrem no (within) enxerto durante o crescimento no hospedeiro.Rejeição de Enxerto: Resposta imune dos componentes celulares e humorais, dirigida contra um transplante alogênico, cujos antígenos de tecidos não são compatíveis com os do receptor.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Marcadores Biológicos: Parâmetros biológicos mensuráveis e quantificáveis (p. ex., concentração específica de enzima, concentração específica de hormônio, distribuição fenotípica de um gene específico em uma população, presença de substâncias biológicas) que servem como índices para avaliações relacionadas com a saúde e com a fisiologia, como risco para desenvolver uma doença, distúrbios psiquiátricos, exposição ambiental e seus efeitos, diagnóstico de doenças, processos metabólicos, abuso na utilização de substâncias, gravidez, desenvolvimento de linhagem celular, estudos epidemiológicos, etc.Transplante de Rim: Transferência de um rim, de um ser humano ou animal a outro.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Transplante de Fígado: Transferência de uma parte do fígado ou do fígado inteiro, de um ser humano ou animal a outro.Função Retardada do Enxerto: Disfunção geral de um órgão ocorrendo imediatamente após seu transplante. O termo mais frequente se refere a disfunção renal seguida de TRANSPLANTE DE RIM.