Dioxinas: Hidrocarbonetos clorados contendo heteroátomos e presentes como contaminantes de herbicidas. As dioxinas são carcinogênicas, teratogênicas e mutagênicas. Seu uso foi proibido pela FDA.Benzofuranos: Compostos que contêm anel benzênico fusionado com um anel furânico.Bifenilos Policlorados: Produtos industriais constituídos por uma mistura de isômeros e congêneres bifenil clorado. Esses compostos são altamente lipofílicos e têm a tendência de se acumularem em armazenamentos de gordura nos animais. Muitos destes compostos são considerados tóxicos e poluentes ambientais em potencial.Tetraclorodibenzodioxina: Produto químico que resulta da queima ou incineração de compostos químicos clorados industriais e outros hidrocarbonetos. Este composto é considerado uma toxina ambiental e pode apresentar riscos à reprodução, bem como outros riscos para a saúde de animais e humanos.Incineração: Destruição de resíduos sólidos por altas temperaturas, pela combustão, com consequente redução a cinzas ou conversão a uma massa inerte (MeSH/NLM). Oxidação dos resíduos por meio de combustão controlada. Usa-se mais comumente no tratamento de cadáveres (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Poluentes Ambientais: Substâncias ou energias, por exemplo, calor ou luz, que, ao serem introduzidas no ar, água ou solo, ameaçam a vida ou a saúde de indivíduos ou ECOSSISTEMAS.Receptores de Hidrocarboneto Arílico: Proteínas citoplasmáticas que ligam certos hidrocarbonetos arílicos, translocam para o núcleo, e ativam a transcrição de segmentos particulares de DNA. Esses receptores são identificados pela sua ligação de alta afinidade a diversos químicos ambientais teratogênicos ou carcinogênicos incluindo hidrocarbonos aromáticos policíclicos encontrados na fumaça do cigarro e mistura de fumaça e neblina, aminas heterocíclicas encontradas em alimentos cozidos, e hidrocarbonos halogenados incluindo dioxinas e bifenis policlorinados. Ligantes endógenos não foram identificados, mas suspeita-se de um mensageiro natural desconhecido com função no desenvolvimento e diferenciação celular.Contaminação de Alimentos: Presença de elementos estranhos nos alimentos, por ex. substâncias químicas, micro-organismos, diluentes, que possam torná-lo nocivo ou inadequado para o consumo, durante, antes e após seu processamento ou armazenagem.Exposição Ambiental: Exposição de um indivíduo a agentes biológicos no ambiente ou a fatores ambientais como radiações ionizantes, produtos químicos e organismos patogênicos.Eliminação de Resíduos: Descarte ou destruição do lixo, esgoto ou outro dejeto, ou sua transformação em algo útil ou inócuo.Carga Corporal (Radioterapia): Quantidade total de uma substância química radioativa ou metálica presente no corpo de um ser humano ou animal em qualquer momento após a absorção da mesma.Clorofenóis: Fenóis substituídos por um ou mais átomos de cloro em qualquer posição.Poluentes do Solo: Substâncias que poluem o solo. Use para poluentes do solo em geral ou para aqueles que não tenham um título específico.Tampões Cirúrgicos: Tampões ou cilindros feitos de algodão, esponja ou outro material absorvente. São usados em cirurgia para absorver líquidos, como sangue ou drenagem.Furanos: Compostos com anel de 5 membros, sendo 4 carbonos e um oxigênio. São heterociclos aromáticos. A forma reduzida é o tetra-hidrofurano.Monitoramento Ambiental: Monitoração do nível de toxinas, poluentes químicos, contaminantes microbianos ou outras substâncias danosas no ambiente (solo, ar e água), no trabalho ou nos corpos das pessoas e animais presentes naquele ambiente.Hidrocarbonetos Clorados: Hidrocarbonetos compostos com um ou mais hidrogênios substituídos por CLORO.Citocromo P-450 CYP1A1: Mono-oxigenase dependente de citocromo P-450 microssomal hepática capaz de biotransformar xenobióticos, como os hidrocarbonetos policíclicos e hidrocarbonetos aromáticos halogenados em compostos carcinogênicos ou mutagênicos. São encontrados em mamíferos e peixes. Esta enzima, codificada pelo gene CYP1A1, pode ser medida utilizando-se a etoxiresorufina como um substrato para a atividade da etoxiresorufina O-desetilase.Resíduos de Drogas: Drogas e seus metabólitos, encontrados nos tecidos comestíveis e no leite de animais depois, de serem medicados com drogas específicas. Aplica igualmente às drogas encontradas no tecido adiposo de humanos depois de um tratamento farmacológico.Poluentes Químicos da Água: Compostos químicos que poluem a água dos rios, córregos, lagos, mar, reservatórios ou outros corpos aquáticos.Produtos Avícolas: Produtos comestíveis fabricados de aves domésticas.Epicloroidrina: Composto epóxi clorado utilizado como solvente industrial. É um forte irritante da pele e carcinógeno.Resinas de Troca de Ânions: Polímeros insolúveis com altos pesos moleculares contendo grupos funcionais catiônicos capazes de sofrer reações de troca de ânions.Leite Humano: Líquido branco secretado pelas glândulas mamárias da mulher. Contém proteínas, açúcar, lipídeos, vitaminas e minerais.Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas: Técnica microanalítica que combina espectrometria de massas e cromatografia gasosa para determinação qualitativa e quantitativa de compostos.Vazamento de Resíduos Químicos: Escape incontrolado de um composto químico de seu recipiente. Isto ameaça ou causa a exposição a um risco químico. Tal incidente pode ocorrer de forma acidental ou deliberada.Resíduos de Praguicidas: Pesticidas ou seus produtos de degradação que permanecem no meio ambiente após o seu uso normal ou contaminação acidental.Concentração Máxima Permitida: Para um determinado agente químico de doença profissional, a concentração atmosférica que, ultrapassada, causaria doenças nos indivíduos trabalhando normalmente oito horas diárias (Repidisca). A presença de um agente poluidor ou potencialmente perturbador no ar, no alimento e na água a um grau que, na absorção por um organismo, permaneça abaixo da dose máxima permitida (Material V - Gunn, S.W.A. Multilingual Dictionary of Disaster Medicine and International Relief, 1990)Federação RussaExposição Materna: Exposição da mãe, humana ou animal, a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais no ambiente, ou a fatores ambientais que podem incluir radiação ionizante, organismos patogênicos ou substâncias tóxicas que podem afetar os descendentes. Inclui a exposição materna anterior à concepção.Pentaclorofenol: Inseticida e herbicida que também tem sido utilizado como um conservante de madeira. O pentaclorofenol é um poluente ambiental de ampla distribuição. Tanto o envenenamento crônico como o agudo é de interesse médico. A extensão de suas ações biológicas é ainda ativamente investigada, porém, por ser sabidamente um inibidor enzimático potente, tem sido usado como ferramenta experimental.MichiganHerbicidas: Pesticidas usados para destruir a vegetação indesejada, especialmente vários tipos de ervas daninhas, gramas (POACEAE) e plantas lenhosas. Algumas plantas desenvolvem RESISTÊNCIA A HERBICIDA.Cromatografia com Fluido Supercrítico: Método de CROMATOGRAFIA usando fluido supercrítico, geralmente dióxido de carbono em alta pressão (cerca de 73 atmosferas ou 1070 psi a temperatura ambiente) como na fase móvel. Outros solventes são, às vezes, adicionados como modificadores. Este método é utilizado tanto para propósitos analíticos (SFC) como de extração (SFE).