Complicações Intraoperatórias: Complicações que afetam pacientes durante a cirurgia. Podem estar ou não associadas à doença para a qual a cirurgia é realizada ou, dentro do mesmo procedimento cirúrgico.Cuidados Intraoperatórios: Procedimentos de cuidados ao paciente feitos durante a operação, que são auxiliares à cirurgia efetiva. Abrange monitorização, terapia líquida, medicação, transfusão, anestesia, radiografia e testes de laboratório.Laparoscopia: Procedimento em que um laparoscópio (LAPAROSCÓPIOS) é inserido através de uma pequena incisão próxima ao umbigo para examinar os órgãos abdominais e pélvicos na CAVIDADE PERITONEAL Se necessário, pode ser realizado biópsia ou cirurgia durante a laparoscopia.Complicações Pós-Operatórias: Processos patológicos que afetam pacientes após um procedimento cirúrgico. Podem ou não estar relacionados à doença pela qual a cirurgia foi realizada, podendo ser ou não resultado direto da cirurgia.Período Intraoperatório: Período durante uma operação cirúrgica.Facoemulsificação: Procedimento para remoção do cristalino na cirurgia de catarata na qual uma capsulectomia é feita por meio de uma agulha inserida diretamente em uma pequena incisão no limbo temporal, permitindo que o conteúdo do cristalino diminua através da pupila dilatada na câmara anterior, onde são desintegrados pelo uso de ultrassom e aspirados para fora do olho através da incisão. (Tradução livre do original: Cline, et al., Dictionary of Visual Science, 4th ed & In Focus 1993;1(1):1)Monitorização Intraoperatória: Verificação constante do estado ou condição de um paciente durante o curso de uma cirurgia (por exemplo, verificação dos sinais vitais).Ureteroscópios: Endoscópios para examinar o interior do ureter.Doenças do CristalinoDuração da Cirurgia: Duração de um procedimento cirúrgico em horas e minutos.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Litotripsia a Laser: Fragmentação de CÁLCULOS, notavelmente urinário ou biliar, a LASER.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Ureteroscopia: Exame endoscópico, terapia e cirurgia do ureter.Umbigo: Depressão no centro da PAREDE ABDOMINAL, marcando o ponto onde o CORDÃO UMBILICAL entrava no feto.Extração de Catarata: Remoção de um CRISTALINO cataratoso do olho.Implante de Lente Intraocular: Inserção de um cristalino artificial para substituir o CRISTALINO natural depois da EXTRAÇÃO da CATARATA ou para suplementar o cristalino natural que é deixado no lugar.Robótica: Aplicação de sistemas computadorizados de controle eletrônico a dispositivos mecânicos projetados para realizar funções humanas. Anteriormente estava restrita à indústria, mas hoje em dia aplica-se a órgãos artificiais controlados por dispositivos biônicos (bioeletrônicos), como bombas de insulina automatizadas e outras próteses.Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural: Procedimentos cirúrgicos executados através de uma abertura natural do corpo, como a boca, nariz, uretra ou ânus, e ao longo das cavidades corporais naturais com as quais são contínuas.Perda Sanguínea Cirúrgica: Perda de sangue durante um procedimento cirúrgico.Curva de Aprendizado: Trajetória do aprendizado de um indivíduo ou um grupo. É uma medida do desempenho ao longo do tempo.Laparoscópios: ENDOSCÓPIO para examinar os órgãos pélvico e abdominal na cavidade peritoneal.Colecistectomia Laparoscópica: Excisão da vesícula biliar através de uma incisão utilizando um laparoscópio.Grampeamento Cirúrgico: Técnica de fechar incisões e ferimentos, ou de ligar e conectar tecidos, na qual grampos são utilizados como suturas.Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos: Procedimentos que evitam o uso de cirurgia aberta, invasiva, em favor de cirurgia fechada ou local. Esses geralmente envolvem o uso de dispositivos laparoscópicos e manipulação de instrumentos por controle remoto com observação direta do campo cirúrgico através de um endoscópio ou dispositivo similar.Procedimentos Cirúrgicos Urológicos: Cirurgias executadas no trato urinário ou seus órgãos em indivíduos do sexo masculino ou feminino. Para cirurgia da genitália masculina está disponível o termo PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS UROLÓGICOS MASCULINOS.Pneumoperitônio Artificial: Introdução intencional de ar na cavidade peritoneal.Hérnia Inguinal: Hérnia abdominal com uma saliência externa na região da VIRILHA. Pode ser classificada de acordo com a localização da herniação. As hérnias inguinais indiretas ocorrem através do anel inguinal interno. As hérnias inguinais diretas ocorrem através de defeitos na PAREDE ABDOMINAL (fáscia transversal) no triângulo de Hesselbach. O primeiro tipo, normalmente é observado em crianças e adultos jovens, o segundo em adultos.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Acuidade Visual: Clareza ou nitidez da VISÃO OCULAR ou a habilidade dos olhos de enxergar detalhes finos. A acuidade visual depende das funções da RETINA, da transmissão nervosa e da habilidade interpretativa do encéfalo. A acuidade visual normal (humana) é expressa como 20/20, que indica que uma pessoa pode enxergar a 20 pés (aproximadamente 6,1 m) o que normalmente deve ser visto a esta distância. A acuidade visual também pode ser influenciada por brilho, cor e contraste.Tempo de Internação: Período que um paciente permanece confinado em um hospital ou outra instituição de saúde.Anastomose Cirúrgica: União cirúrgica ou passagem entre ductos, tubos ou vasos. Pode ser extremidade com extremidade, extremidade com borda, borda com extremidade ou borda com borda.Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório: Cirurgia feita no sistema digestório ou suas partes.Reoperação: Operação refeita para a mesma doença, no mesmo paciente, devido à evolução ou recidiva da doença, ou como acompanhamento de cirurgia anterior que não atingiu seu objetivo.Técnicas de Sutura: Técnicas para juntar as bordas de uma ferida com alças de fio ou materiais semelhantes (SUTURAS).Laparotomia: Incisão lateral no abdome entre as costelas e a pelve.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Nefrectomia: Excisão de um rim.Estudos de Viabilidade: Estudos para determinar as vantagens ou desvantagens, praticabilidade ou capacidade de executar um plano projetado, um estudo ou um projeto.Catarata: Opacidade, parcial ou completa, do cristalino ou cápsula de um ou ambos os olhos que compromete a visão ou causa cegueira. Os muitos tipos de catarata são classificados pela sua morfologia (tamanho, forma, localização) ou etiologia (causa e época de ocorrência). (Dorland, 28a ed)Desenho de Equipamento: Métodos de criação de máquinas e dispositivos.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Secções Congeladas: Secções de cortes finíssimos de tecido congelado de amostras preparadas com um criostato ou micrótomo de congelamento.Neuronavegação: Sistema de orientação e navegação intraoperatório em 3D assistido por computador, geralmente usado em neurocirurgia para rastrear ferramentas cirúrgicas e localizá-las em relação à anatomia 3D dos pacientes. A leitura diagnóstica pré-operatória é usada como referência e transferida para o campo cirúrgico durante a cirurgia.Cirurgia Assistida por Computador: Procedimentos cirúrgicos conduzidos com o auxílio de computadores. Isto é mais frequente em cirurgias ortopédica e laparoscópica para colocação de implantes e orientação dos instrumentos. A cirugia dirigida por imagem interativamente combina com a tomografia computadorizada prévia ou imagens por ressonância magnética (MRI) com vídeo de tempo real.Consciência no Peroperatório: Situação em que um paciente fica consciente durante um procedimento realizado sob ANESTESIA GERAL e posteriormente lembra dos eventos sucedidos durante tal ocorrência. (Tradução livre do original: Anesthesiology 2006, 104(4): 847-64.)Procedimentos Neurocirúrgicos: Cirurgia feita no sistema nervoso ou suas partes.Cuidados Pré-Operatórios: Cuidados dispensados no período anterior à cirurgia, quando os preparativos psicológicos e físicos são feitos, de acordo com as necessidades especiais e individuais do paciente. Este período compreende o intervalo entre a admissão ao hospital e o início da cirurgia.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.Anestesia Geral: Procedimento em que os pacientes são induzidos a um estado de inconsciência por meio do uso de vários medicamentos, a fim de que não sintam dor durante a cirurgia.Cuidados Pós-Operatórios: Período de cuidados que se inicia quando o paciente é removido da cirurgia, e que visa satisfazer as necessidades psicológicas e físicas do paciente logo após uma cirurgia.Complicações do Diabetes: Afecções ou processos mórbidos associados com diabetes melito. Devido ao controle deficiente do nível de GLICEMIA em pacientes diabéticos, desenvolvem-se processos doentios em vários tecidos e órgãos, incluindo o OLHO, RIM, VASOS SANGUÍNEOS e TECIDO NERVOSO.Hemorragia Pós-Operatória: Hemorragia seguida a qualquer procedimento cirúrgico. Pode ser imediata ou tardia e não se restringe ao ferimento cirúrgico.Infecção da Ferida Operatória: As infecções que ocorrem no local da incisão cirúrgica.Monitorização Neurofisiológica Intraoperatória: Checagem sistemática da condição e função do SISTEMA NERVOSO CENTRAL de um paciente ao longo de uma operação cirúrgica.Complicações na Gravidez: Afecções ou processos patológicos associados com gravidez. Podem ocorrer durante ou após a gravidez e variam de pequenos mal-estares a graves doenças que requerem cuidados médicos. Incluem doenças em mulheres grávidas e gravidez de mulheres com doenças.Procedimentos Cirúrgicos Operatórios: Operações conduzidas para correção de deformidades e defeitos, reparos de lesões e diagnóstico e cura de certas doenças.Período Pós-Operatório: Período que se segue a uma operação cirúrgica.Paratireoidectomia: Excisão de uma ou mais glândulas paratireoides.Endoscopia: Procedimentos em que se empregam ENDOSCÓPIOS para diagnóstico e tratamento de doenças. A endoscopia envolve a passagem de um instrumento óptico através de pequena incisão na pele, isto é, percutânea; ou através de orifícios naturais e ao longo de vias naturais do corpo, como o trato digestório; e/ou através de incisão na parede de órgão ou estrutura tubular, isto é, transluminal, para examinar ou realizar cirurgia em partes interiores do corpo.Ecocardiografia Transesofagiana: Registro ultrassônico do tamanho, movimentação e composição do coração e tecidos adjacentes utilizando um transdutor localizado no esôfago.Falha de Equipamento: Falha do equipamento em desempenhar o padronizado. A falha pode ser devida a defeitos ou uso indevido.Assistência Perioperatória: Intervenções para prover cuidado antes, durante e imediatamente após uma cirurgia.Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos: Cirurgias feitas no coração.Transplante de Fígado: Transferência de uma parte do fígado ou do fígado inteiro, de um ser humano ou animal a outro.Medição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Hemostasia Cirúrgica: Controle do sangramento durante ou após procedimentos cirúrgicos.Anestesia: Estado caracterizado pela perda dos sentidos ou sensações. Esta depressão da função nervosa geralmente é resultante de ação farmacológica e é induzida para permitir a execução de cirurgias ou outros procedimentos dolorosos.Instrumentos Cirúrgicos: Ferramentas ou implementos manuais usados por profissionais de saúde para o desempenho de tarefas cirúrgicas.Doença Iatrogênica: Qualquer situação adversa que ocorra com um paciente como resultado de tratamento por um médico, cirurgião, ou outro profissional da área de saúde, especialmente infecções adquiridas pelo paciente no curso do tratamento.Ponte Cardiopulmonar: Desvio do fluxo sanguíneo da entrada do átrio direito diretamente para a aorta (ou artéria femoral) através de um oxigenador, desviando desse modo o coração e os pulmões.Remoção de Dispositivo: Remoção de um dispositivo terapêutico ou protético implantado.Colangiografia: Exame de imagem do TRATO BILIAR em que um corante de contraste (MEIO RADIOPACO) é injetado no DUCTO COLÉDOCO e são tiradas radiografias por raios X.Procedimentos Cirúrgicos Vasculares: Procedimentos cirúrgicos para o tratamento de distúrbios vasculares.Transfusão de Sangue: A introdução de sangue total ou componente de sangue diretamente dentro da corrente sanguínea. (Dorland, 28a ed)Hepatectomia: Excisão de todo (h. total) ou parte (h. parcial ou subtotal) do fígado. (Dorland, 28a ed)Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Implante de Prótese Vascular: Inserção cirúrgica de PRÓTESE VASCULAR para reparar vasos sanguíneos danificados ou doentes.Drenagem: Remoção de líquidos ou descarga do corpo, como de uma ferida, úlcera ou cavidade.Dor Pós-Operatória: Dor durante o período após a cirurgia.Neurocirurgia: Especialidade cirúrgica voltada para o tratamento de doenças e de distúrbios do cérebro, da medula espinhal e do sistema nervoso periférico e simpático.Transfusão de Sangue Autóloga: Reinfusão de sangue ou produtos de sangue derivados da circulação do próprio paciente. (Dorland, 28a ed)Fusão Vertebral: Imobilização ou ancilose operatória de duas ou mais vértebras, por fusão dos corpos vertebrais com um curto enxerto ósseo ou muitas vezes com discectomia ou laminectomia.Desenho de Prótese: Planejamento e delineamento de próteses em geral ou de uma prótese específica.Hemorragia: Sangramento ou escape de sangue [a partir] de um vaso.Craniotomia: Qualquer operação no crânio; incisão no crânio. (Dorland, 28a ed)Valor Preditivo dos Testes: O valor preditivo de um teste diagnóstico é a probabilidade de um resultado positivo (ou negativo) corresponder a um indivíduo doente (ou não doente). Depende da sensibilidade e especificidade do teste (adaptação e tradução livre do original: Last, 2001)Anestesia Local: Bloqueio da condução nervosa para uma área específica pela injeção de um agente anestésico.Biópsia de Linfonodo Sentinela: Procedimento diagnóstico usado para determinar se ocorreu METÁSTASE LINFÁTICA. O linfonodo sentinela é o primeiro linfonodo a receber drenagem de uma neoplasia.Migração de Corpo Estranho: Migração de um corpo estranho de sua localização original para alguma outra localização no corpo.Procedimentos Cirúrgicos Eletivos: Cirurgia que poderia ser adiada ou não ser realizada sem perigo ao paciente. A cirurgia eletiva inclui procedimentos para corrigir problemas médicos que não ameaçam a vida e também para aliviar afecções causadoras de estresse psicológico ou outro risco potencial a pacientes, por exemplo, cirurgia estética ou contraceptiva.Fístula Anastomótica: Rompimento da conexão e o vasamento subsequente de efluentes (fluidos, secreções, ar) a partir de uma ANASTOMOSE CIRÚRGICA dos sistema digestório, respiratório, genitourinário e cardiovascular. Os vazamentos mais comuns provêm de rompimento das linhas de sutura na anastomose gastrointestinal ou intestinal.Fluoroscopia: Produção de uma imagem quando os raios X encontram uma tela fluorescente.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Stents: Dispositivos que dão suporte a estruturas tubulares que estão sendo anastomosadas ou para cavidades do corpo durante enxerto de pele.Distribuição de Qui-Quadrado: Distribuição na qual a variável está distribuída como a soma dos quadrados de qualquer variável dada independente e aleatória, tendo cada qual uma distribuição normal com média zero e desvio um. O teste de Qui-quadrado é um teste estatístico baseado na comparação de uma estatística e uma distribuição de Qui-quadrado. Os testes mais antigos se usam para detectar se duas ou mais distribuições da população diferem entre si.Procedimentos Ortopédicos: Procedimentos utilizados para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões do SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO, articulações e estruturas associadas.Parafusos Ósseos: Dispositivos especializados usados em cirurgia em ORTOPEDIA para reparar fraturas ósseas.Aneurisma da Aorta Abdominal: Balão anormal ou dilatação semelhante a um saco na parede da AORTA ABDOMINAL que dá origem às ramificações parietais, e terminais (ilíaca) abaixo do hiato aórtico no diafragma.Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos: Procedimentos utilizados para reconstruir, restaurar ou melhorar estruturas defeituosas, danificadas ou perdidas.Doenças Biliares: Doenças de qualquer parte do TRATO BILIAR incluindo VIAS BILIARES e VESÍCULA BILIAR.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Colecistectomia: Remoção cirúrgica da VESÍCULA BILIAR.Complicações do Trabalho de Parto: Problemas médicos associados com TRABALHO DE PARTO, como APRESENTAÇÃO PÉLVICA, TRABALHO DE PARTO PREMATURO, HEMORRAGIA ou outros. Estas complicações podem afetar o bem-estar da mãe, do FETO ou de ambos.Recidiva: Retorno de um sinal, sintoma ou doença após uma remissão.Embolização Terapêutica: Método de hemóstase usando vários agentes [Gelfoam, Silastic, metal, vidro ou pellets plásticos, coágulo autólogo, gordura e músculo] como êmbolo. Tem sido usada nos tratamentos da medula espinal, MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS INTRACRANIANAS, fístulas arteriovenosas renais, sangramento gastrointestinal, epistaxe, hiperesplenismo, certos tumores altamente vascularizados, rupturas traumáticas de vasos sanguíneos e controle de hemorragia cirúrgica.Ponte de Artéria Coronária: Tratamento cirúrgico da doença isquêmica da artéria coronária pelo enxerto de uma secção da veia safena, uma artéria torácica interna, ou outro substituto entre a aorta e a artéria coronária obstruída distante da lesão obstrutiva.Retalhos Cirúrgicos: Pedaços de pele e tecido subcutâneo, às vezes incluindo músculos retirados de partes subjacentes, porém frequentemente ainda presas a uma extremidade. Eles retêm a própria microvasculatura que também é transferida para o novo local. São utilizados em cirurgias plásticas para reparar um defeito em região vizinha.Verde de Indocianina: Corante tricarbocianina utilizado diagnosticamente para testes da função hepática e para determinar os rendimentos dos volumes sanguíneo e cardíaco.Implante de Prótese: Inserção cirúrgica de uma prótese.Hidratação: Terapia cujo objetivo básico é restaurar o volume e a composição dos líquidos corporais aos níveis normais, relacionados ao EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO. Os líquidos podem ser administrados por via intravenosa, oral, gavagem intermitente ou por HIPODERMÓCLISE.Cateterismo: Utilização ou inserção de um dispositivo tubular em um ducto, vaso sanguíneo, cavidade de um órgão ou cavidade corporal pela injeção ou retirada de fluidos para fins diagnósticos ou terapêuticos. Difere de ENTUBAÇÃO, em que um tubo é utilizado para restaurar ou manter a patência em obstruções.Prótese Vascular: Dispositivo feito de material sintético ou biológico usado para reparo de vasos sanguíneos danificados ou defeituosos.Microcirurgia: Execução de procedimentos cirúrgicos com auxílio de um microscópio.Hematoma: Acúmulo de sangue fora dos VASOS SANGUÍNEOS. O hematoma pode estar localizado em um órgão, espaço ou tecido.Toracotomia: Incisão cirúrgica na parede do tórax.Ultrassonografia de Intervenção: Utilização da ultrassonografia para guiar procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos como BIÓPSIA POR PUNÇÃO, DRENAGEM, etc. Sua aplicação mais vasta é em ultrassom intravascular com imagem, mas é útil também em urologia e para detecção de afecções intra-abdominais.