Babesia: Gênero de protozoários parasitas, transportados por carrapatos, que infesta hemácias de mamíferos, incluindo humanos. Há diversas espécies reconhecidas e sua distribuição é mundial.Babesia microti: Espécie de protozoário que infecta seres humanos através do carrapato vetor intermediário IXODES scapularis. Os demais hospedeiros são o camundongo PEROMYSCUS leucopus e o ratazana silvestre MICROTUS pennsylvanicus, dos quais o carrapato se alimenta. Outros primatas podem ser infectados experimentalmente com o Babesia microti.Babesia bovis: Espécie de protozoários que é causa da babeose bovina. Carrapatos dos gêneros Boophilus, Rhipicephalus e IXODES são os principais vetores.Babesiose: Grupo de doenças de mamíferos transmitida por carrapatos que incluem ZOONOSES em humanos. São causadas por protozoários do gênero BABESIA que parasitam os eritrócitos, causando hemólise. Nos EUA, o hospedeiro natural do organismo é o camundongo e a transmissão é pelo carrapato dos cervos IXODES SCAPULARIS.Theileria: Gênero de protozoários, transportados por carrapatos, que são parasitas de linfócitos, eritrócitos e células endoteliais de mamíferos. Seus organismos multiplicam-se assexuadamente e então invadem os eritrócitos, onde não ocorre nenhuma outra reprodução até que sejam ingeridos por um carrapato transmissor.Doenças Transmitidas por Carrapatos: As doenças bacterianas, virais ou parasitárias transmitidas aos homens e aos animais pela picada de carrapatos infectados. As famílias Ixodidae e Argasidae contêm várias espécies hematófagas que são pragas importantes do homem e aves e animais domésticos. Essas espécies provavelmente excedem todos os outros artrópodes no número e variedade de agentes de doença que eles transmitem. Várias das doenças transmitidas por carrapatos são zoonóticas.Vetores Aracnídeos: Membros da classe Arachnida, especialmente ARANHAS, ESCORPIÕES, ÁCAROS e CARRAPATOS, que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro para outro, ou de um reservatório inanimado para um hospedeiro vivo.RNA Ribossômico 18S: Constituinte da subunidade 40S dos ribossomos eucarióticos. O RNAr 18 S encontra-se envolvido no início da síntese polipeptídica nos eucariotos.DNA de Protozoário: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de protozoários.Carrapatos: Parasitas acarídeos sugadores de sangue (ordem Ixodida) composto por duas famílias: os carrapatos de dorso mole (ARGASIDAE) e os carrapatos de dorso duro (IXODIDAE). Os carrapatos são maiores que os seus correlatos, os ÁCAROS. Penetram na pele de seus hospedeiros através de regiões da boca altamente especializadas em forma de gancho, e se alimentam de seu sangue. Os carrapatos atacam todos os grupos de vertebrados terrestres. No homem são responsáveis por muitas DOENÇAS TRANSMITIDAS POR CARRAPATOS, incluindo a transmissão da FEBRE MACULOSA DAS MONTANHAS ROCHOSAS, TULAREMIA, BABESIOSE, FEBRE SUÍNA AFRICANA e FEBRE RECORRENTE. (Tradução livre do original: Barnes, Invertebrate Zoology, 5th ed, pp543-44).Ixodes: Maior gênero de CARRAPATOS (família IXODIDAE) composto por mais de 200 espécies. Muitos deles infestam o homem e outros mamíferos e vários são vetores de doenças como DOENÇA DE LYME, ENCEFALITE TRANSMITIDA POR CARRAPATOS e DOENÇA DA FLORESTA DE KYASANURE.Doenças do Cão: Doenças do cão doméstico (Canis familiaris). Este termo não inclui doenças de cães selvagens, LOBOS, RAPOSAS e outros Canidae, para os quais o termo CARNÍVOROS é utilizado.Doenças dos Bovinos: Doenças do gado doméstico do gênero Bos. Estão incluídas doenças de vacas, iaques e zebus.Theileriose: Infecção de bovinos, ovinos ou cabras com protozoários do gênero THEILERIA. Esta infecção produz um estado febril agudo ou crônico.Anticorpos Antiprotozoários: Imunoglobulinas produzidas em uma resposta a ANTÍGENOS DE PROTOZOÁRIOS.Infestações por Carrapato: As infestações por carrapatos de corpo amolecido (Argasidae) ou de corpo endurecido (Ixodidae).Doenças dos Cavalos: Doenças dos cavalos domésticos e selvagens da espécie Equus caballus.Antígenos de Protozoários: Qualquer parte ou derivado de qualquer protozoário que induz imunidade; os antígenos da malária (Plasmodium) e do tripanossoma são atualmente os mais frequentemente encontrados.Ninfa: Estágio imaturo no ciclo de vida daquelas ordens de insetos caracterizados por metamorfose gradual, em que o jovem se assemelha à imagem [do adulto] na forma geral do corpo, inclusive com olhos compostos e asas externas; também a fase de 8 patas de traças e carrapatos que se segue à primeira muda.Anaplasma phagocytophilum: Espécie de bactéria gram-negativa do(ênero ANAPLASMA, família ANAPLASMATACEAE, anteriormente denominada Ehrlichia phagocytophila ou Ehrlichia equi. Vive em carrapatos (IXODE) e causa doenças em cavalos e ovelhas. Nos humanos, causa a EHRLICHIOSE granulocítica humana.Piroplasmida: Ordem de protozoários que compreende parasitas sanguíneos heterogêneos transportados por carrapatos. Gêneros representativos incluem BABESIA, Dactylosoma e THEILERIA.Rhipicephalus: Gênero de CARRAPATOS (família IXODIDAE) amplamente disseminado na África, cujos membros incluem vários vetores, importantes patógenos em animais e humanos.Vetores Artrópodes: Artrópodes (diferentes dos insetos e dos aracnídeos) que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro para outro, ou de um reservatório inanimado para um hospedeiro animado.Parasitemia: A presença de parasitas (especialmente parasitas da malária) no sangue. (Dorland, 28a ed)Papio cynocephalus: Espécie de mandril (família CERCOPITHECIDAE) encontrado no leste da África equatorial. São menores e possuem juba mais fina que os PAPIO ANUBIS.Bovinos: Animais bovinos domesticados (do gênero Bos) geralmente são mantidos em fazendas ou ranchos e utilizados para produção de carne, derivados do leite ou para trabalho pesado.Cavalos: Grandes mamíferos com cascos da família EQUIDAE. Cavalos são ativos dia e noite, com a maior parte do dia sendo gasta com a procura e consumo de alimento. Os picos de alimentação ocorrem no início da manhã e ao fim da tarde, e há diversos períodos diários de descanso.Antílopes: Qualquer de diversos mamíferos ruminantes da ordem Bovidae. Inclui numerosas espécies na África e o antílope americano.Imidocarbo: Um dos ANTIPROTOZOÁRIOS utilizados especialmente contra BABESIA em gado. Identificou-se toxicidade.Diminazena: Efetivo tripanossomicida.Anaplasma: Gênero de bactérias Gram-negativas cujos organismos são parasitas obrigatórios de vertebrados. As espécies são transmitidas por vetores artrópodes apenas a ruminantes. Anaplasma marginale é a espécie mais patogênica e é o agente causador de anaplasmose bovina severa.Proteínas de Protozoários: Proteínas encontradas em quaisquer espécies de protozoários.Anaplasmose: Doença em bovinos causada pela ocupação parasitária das hemácias por bactérias do gênero ANAPLASMA.Eritrócitos: Células vermelhas do sangue. Os eritrócitos maduros são anucleados, têm forma de disco bicôncavo e contêm HEMOGLOBINA, cuja função é transportar OXIGÊNIO.Zoonoses: Doenças de animais que podem ser transmitidas aos HUMANOS ou podem ser transmitidas dos humanos para os animais.Doenças dos Roedores: Doenças dos roedores da ordem RODENTIA. Este termo inclui doenças dos Sciuridae (esquilos), Geomyidae (geômis), Heteromyidae (camundongos papados), Castoridae (castores), Cricetidae (ratos e camundongos), Muridae (ratos e camundongos do Velho Mundo), Erethizontidae (porcos-espinhos) e Caviidae (cobaias).