Água Corporal: Líquidos encontrados dentro do corpo, compostos principalmente de água.Água: Líquido transparente, inodoro e insípido que é essencial para a maioria dos animais e vegetais, além de ser um excelente solvente para muitas substâncias. A fórmula química é óxido de hidrogênio (H2O). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Óxido de Deutério: Composto formado por um isótopo de hidrogênio com massa igual a 2 e o oxigênio. (Tradução livre do original: Grant & Hackh's Chemical Dictionary, 5th ed) É utilizado para o estudo sobre o mecanismo e a frequência de reações químicas ou nucleares, bem como processos biológicos.Impedância Elétrica: Resistência ao fluxo da corrente elétrica (alternada ou direta).Compartimentos de Líquidos Corporais: Os dois tipos de espaços entre os quais a água e outros fluidos corporais são distribuídos: extracelular e intracelular.Técnicas de Diluição do Indicador: Qualquer um de vários métodos para avaliar fluxo através do sistema circulatório pela injeção de uma quantidade conhecida de indicador, tal como um corante, radionuclídeo, ou líquido refrigerado, dentro do sistema e monitoramento da sua concentração ao longo de tempo em um ponto específico no sistema. (Dorland, 28a ed)Abastecimento de Água: Meio ou processo de abastecimento de água (como para uma comunidade) que geralmente inclui reservatórios, túneis e tubulações e frequentemente a represa da qual a água provém. (Webster, 3d ed)Deutério: Deutério. Um isótopo estável do hidrogênio. Possui somente um nêutron e um próton em seu núcleo.Composição Corporal: Quantidades relativas de vários componentes no corpo, tais como porcentagem de gordura corporal.Isótopos de Oxigênio: Átomos de oxigênio estáveis que possuem o mesmo número atômico que o elemento oxigênio, porém diferem em relação ao peso atômico. O-17 e 18 são isótopos de oxigênio estáveis.Desidratação: Afecção resultante de perda excessiva de água pelo organismo vivo.Técnica de Diluição de Radioisótopos: Método para avaliar fluxo através de um sistema pela injeção de uma quantidade conhecida de radionuclídeo dentro deste sistema e monitorar sua concentração ao longo do tempo em um ponto específico no sistema.Equilíbrio Hidroeletrolítico: Equilíbrio de líquidos nos COMPARTIMENTOS LÍQUIDOS CORPORAIS, ÁGUA CORPORAL total, VOLUME SANGUÍNEO, ESPAÇO EXTRACELULAR, ESPAÇO INTRACELULAR, mantidos por processos no corpo que regulam a captação e excreção de ÁGUA e ELETRÓLITOS, particularmente SÓDIO e POTÁSSIO.Radioisótopos de Potássio: Isótopos de potássio instáveis que se decompõem ou desintegram emitindo radiação. Átomos de potássio com os pesos atômicos de 37, 38, 40 e 42-45 são radioisótopos de potássio.Água Doce: Água contendo quantidades insignificantes de sais, como as águas dos RIOS e LAGOS.Desequilíbrio Hidroeletrolítico: Distúrbios no EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO corporal.Brometos: Sais do ácido bromídrico, HBr, estando o átomo de bromo com número de oxidação igual a -1.Espaço Extracelular: Espaço intersticial entre células, preenchido pelo líquido intersticial, bem como, por substâncias amorfas e fibrosas. Para os organismos com uma PAREDE CELULAR, o espaço extracelular, abrange tudo externo à MEMBRANA CELULAR incluindo o PERIPLASMA e a parede celular.Poluição da Água: Contaminação de corpos d'água (como LAGOS, RIOS, OCEANOS E MARES e ÁGUAS SUBTERRÂNEAS).Purificação da Água: Qualquer dos vários processos em que as impurezas indesejáveis da água são removidas ou neutralizadas; por exemplo, cloração, filtração, tratamento primário, troca iônica e destilação. Inclui o tratamento da ÁGUAS RESIDUAIS para disponibilizar água potável e higiênica em ambiente controlado ou fechado, bem como a provisão de suprimento de água potável para o público.Peso Corporal: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo, expresso em unidades de quilogramas ou libras.Ingestão de Líquidos: Consumo de líquidos.Pregas Cutâneas: Medida da gordura subcutânea localizada logo abaixo da pele por pinçamento da prega da pele e da gordura subcutânea, entre o polegar e indicador. A espessura da dupla camada de pele e tecido subcutâneo é então lida com um calibrador, plicômetro ou adipômetro. Os locais mais frequentes de medida são braço (tríceps e bíceps), abaixo da escápula (subescapular), acima do osso da cintura (suprailíaca) e abdômen (abdominal). São medidas que avaliam, sobretudo, casos de obesidade, caracterizando a gordura corporal, sendo utilizadas em vários grupos etários. (ENGSTROM 2002)Espectroscopia Dielétrica: Técnica para medir as propriedades dielétricas de materiais, que variam dentro de um intervalo de frequências que dependem das propriedades físicas do material. A técnica envolve a medida da IMPEDÂNCIA ELÉTRICA e mudança de fase de um campo elétrico à medida que ele atravessa o material.Privação de Água: Restrição do acesso à água em uma situação experimental estruturada.Análise de Ativação de Nêutrons: Análise de ativação na qual o espécime é bombardeado com nêutrons. A identificação é feita pela medida dos radioisótopos resultantes.Antropometria: Ciência que estuda as medidas de peso, tamanho e proporções do corpo humano. (MAHAN & ESCOTT-STUMP 2002)Poluentes Químicos da Água: Compostos químicos que poluem a água dos rios, córregos, lagos, mar, reservatórios ou outros corpos aquáticos.Ureia: Composto gerado no fígado a partir da amônia produzida pela desaminação dos aminoácidos. É o principal produto final do catabolismo das proteínas e constitui aproximadamente metade do total de sólidos urinários.Superfície Corporal: Medida bidimensional da camada externa do corpo.Poluentes da Água: Substâncias ou organismos que poluem a água ou corpos aquáticos. Geralmente empregado para poluentes da água ou para aqueles sem título específico.Sede: Impulso que vem da necessidade fisiológica de água.Líquido Extracelular: Líquido do corpo que está fora das CÉLULAS. É o ambiente externo para as células.Líquidos Corporais: Componentes líquidos presentes em organismos vivos.Tecido Adiposo: Tecido conjuntivo especializado composto por células gordurosas (ADIPÓCITOS). É o local de armazenamento de GORDURAS, geralmente na forma de TRIGLICERÍDEOS. Em mamíferos, existem dois tipos de tecido adiposo, a GORDURA BRANCA e a GORDURA MARROM. Suas distribuições relativas variam em diferentes espécies sendo que a maioria do tecido adiposo compreende o do tipo branco.Líquido Intracelular: O líquido dentro das CÉLULAS.Metenamina: Anti-infeccioso mais comumente utilizado no tratamento de infecções do trato urinário. Suas ações anti-infecciosas derivam da liberação lenta de formaldeído por hidrólise em pH ácido. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p173)Compostos de Sódio: Compostos inorgânicos que contêm sódio como parte integral da molécula.Volume Plasmático: Volume de PLASMA na circulação. Geralmente mede-se por TÉCNICAS DE DILUIÇÃO DO INDICADOR.Estatura: Distância do solo à coroa da cabeça com o corpo em pé na superfície plana e totalmente estendida.Erros Inatos do Metabolismo de Esteroides: Erros no processamento metabólico de ESTEROIDES, resultado de mutações genéticas congênitas que são herdadas ou adquiridas no útero.Aquaporina 2: Aquaporina 2 é um canal específico para a água, expressada nos TÚBULOS COLETORES RENAIS. A translocação da aquaporina 2 para a MEMBRANA PLASMÁTICA apical é regulada pela VASOPRESSINA e MUTAÇÕES da AQP2 foram relacionadas com vários transtornos renais, incluindo o DIABETES INSÍPIDO.Antipirina: Analgésico e antipirético que tem sido dado por boca e como gotas na orelha. A antipirina é frequentemente usada para se testar os efeitos de outras drogas ou doenças sobre as enzimas do metabolismo de drogas no fígado.Bromo: Halogênio com símbolo atômico Br, número atômico 36 e peso atômico 79,904. É um líquido marrom-avermelhado volátil que desprende vapores sufocantes. É corrosivo para a pele e pode causar gastroenterite se ingerido.Diálise Peritoneal: Líquido de diálise introduzido e removido da cavidade peritoneal como procedimento contínuo ou intermitente.Potássio: Elemento no grupo dos metais alcalinos com o símbolo atômico K, número atômico 19 e peso atômico 39,10. É o principal cátion do líquido intracelular das células musculares, entre outras. O íon potássio é um eletrólito forte e desempenha um papel significativo na regulação do volume celular e na manutenção do EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO.Perda Insensível de Água: Perda de água por difusão através da pele e por evaporação do trato respiratório.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Absorciometria de Fóton: Método não invasivo para avaliar a COMPOSIÇÃO CORPORAL. É baseado na absorção de diferencial de RAIOS X (ou RAIOS GAMA) por tecidos diferentes, como osso, gordura e outros tecidos moles. A fonte de feixes de fóton (raios X ou gama) é gerada por radioisótopos, como GADOLÍNIO 153, IODO 125 ou Amerício 241 que emite RAIOS GAMA na faixa apropriada, ou de um tubo de raios X que produz RAIOS X na faixa desejada. É usado principalmente para quantificar o CONTEÚDO MINERAL ÓSSEO, especialmente para diagnóstico de OSTEOPOROSE, e também para medir a MINERALIZAÇÃO ÓSSEA.Transtornos Nutricionais: Transtornos causados por desequilíbrio nutricional, seja a mais ou a menos.Movimentos da Água: Fluxo de água nos corpos hídricos ambientais, como rios, oceanos, fontes, aquários, etc. O termo inclui correntes, marés e ondas.Abrandamento da ÁguaSódio: Membro do grupo de metais alcalinos. Possui o símbolo Na, o número atômico 11 e peso atômico 23.Chironomidae: Família de moscas não mordedoras da ordem dos dípteros. Glândulas salivares do gênero Chironomus são utilizadas em estudos de genética e bioquímica celulares.Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua: Diálise peritoneal portátil com a presença contínua (24 horas por dia, 7 dias por semana) de uma solução de diálise na cavidade peritoneal, exceto por períodos de drenagem e instilação de solução fresca.Ileostomia: Criação cirúrgica de um orifício externo no ÍLEO para desvio ou drenagem fecal. A substituição do RETO é criada normalmente em pacientes com ENTEROPATIAS INFLAMATÓRIAS graves. Os procedimentos em alça (continentes) ou tubo (incontinentes) são empregados com maior frequência.Densitometria: Avaliação da densidade de um material pela medida da quantidade de luz ou radiação que passa através (ou absorvida por) do material.Falência Renal Crônica: Estágio final da INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA. Caracterizada por danos renais graves e irreversíveis (segundo os dados de PROTEINURIA) e pela redução na TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR para menos que 15 ml por min (Kidney Foundation: Kidney Disease Outcome Quality Initiative, 2002). A condição destes pacientes geralmente exige HEMODIÁLISE ou TRANSPLANTE RENAL.Pletismografia de Impedância: Registro de alterações na impedância elétrica entre eletrodos colocados em lados opostos de uma parte do corpo, como medida de alteração de volume no trajeto da corrente. (Stedman, 25a ed)Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Diálise Renal: Terapia para a purificação insuficiente do SANGUE pelos rins, baseado na diálise e incluindo a hemodiálise, DIÁLISE PERITONEAL e HEMODIAFILTRAÇÃO.Metabolismo Basal: Produção de energia de um organismo, ou sua avaliação, ao menor nível de química celular, em estado de repouso. Pode ser determinado diretamente pela medida de um calorímetro, ou indiretamente pelo cálculo da produção de calor de uma análise dos produtos finais de oxidação no organismo ou da quantidade de oxigênio utilizado.Estado Nutricional: Estado resultante do equilíbrio entre o consumo alimentar e o gasto energético do organismo. Relaciona-se ao estado de saúde do indivíduo e com a capacidade do organismo em utilizar adequadamente os nutrientes. (ENGSTROM 2002)Volume Sanguíneo: Volume de SANGUE circulante. É a soma do VOLUME PLASMÁTICO e VOLUME DE ERITRÓCITOS.Marcação por Isótopo: Técnicas para marcação de uma substância com um isótopo estável ou radioativo. Não é utilizada para condições envolvendo substâncias marcadas a menos que o método de marcação seja substancialmente discutido. Os traçadores que podem ser marcados incluem substâncias, células ou microrganismos.Metabolismo Energético: Reações químicas envolvidas na produção e utilização de várias formas de energia nas células.Valores de Referência: Faixa (ou distribuição de frequências) dos [valores] medidos em uma população (de organismos, órgãos ou coisas) que não foi selecionada para [indicar] a presença de doença ou de anormalidade.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Análise de Regressão: Procedimentos para encontrar a função matemática que melhor descreve a relação entre uma variável dependente e uma ou mais variáveis independentes. Na regressão linear (v. MODELOS LINEARES) a relação é construída para ser uma linha reta e usa-se a ANÁLISE DOS MÍNIMOS QUADRADOS para determinar o melhor ajuste. Na regressão logística (v. MODELOS LOGÍSTICOS) a variável dependente é qualitativa em vez de uma variável contínua e são usadas FUNÇÕES VEROSSIMILHANÇA para encontrar a melhor relação. Na regressão múltipla, considera-se que a variável dependente pende mais que uma única variável independente.Água Potável: 1)Água que pode ser ingerida (MeSH). 2)Aquela água cuja qualidade é adequada ao consumo humano, atendendo ao conjunto de características biofísico-químicas essenciais à vida.Hematócrito: Volume de ERITRÓCITOS acondicionados em uma amostra sanguínea. O volume é medido por centrifugação em um tubo graduado ou com contadores automáticos de células sanguíneas. É um indicador do estado dos eritrócitos em doenças. Por exemplo, em estados de ANEMIA apresentam-se valores baixos de hematócrito e de POLICITEMIA, valores altos.Aquaporinas: Classe de porinas que permite a passagem de ÁGUA e outras moléculas pequenas através das MEMBRANAS CELULARES.