0 votos
46 visitas
em Vias Neurais por
Alterações degenerativas caracterizadas por redução na altura e na intensidade de sinal em T2 dos discos intervertebrais difusamente por discopatia degenerativa e/ou desidratação.

Não há sinal de espondilólise ou espondilolistese.

Em C3-C4, observa-se barra discosteofitária que reduz a coluna liquórica anterior, sem repercussão sobre a amplitude dos forâmens neurais ou do canal medular.

Em C4-C5, observa-se barra discosteofitária assimétrica à esquerrda que reduz a coluna liquórica anterior e associa-se a artrose interapofisária leve e uncoartrose reduzindo a amplitude do forâmen neural à esquerda tocando a raíz nervosa emergente deste lado.

Em C5-C6, observa-se barra discosteofitária que reduz a coluna liquórica e associa-se a leve grau de artrose interapofisiária sem repercussão sobre a amplitude dos forâmens neurais.

Em C6-C7, observa-se barra discosteofitária levemente assimétrica à esquerda que associa-se a leve artrose interapofisiária e uncoartrose sem repercussão sobre a amplitude dos forâmens neurais.

Presença de cistos perineurais em C7-T1.

Canal medular com amplitude e intensidade de sinal preservada.

Musculatura paravertebral preservada.

Sua resposta

Seu nome (opcional):
Privacidade: Seu email será usado apenas para enviar estas notificações.
Verificação anti-spam:
Para evitar esta informação no futuro, entre ou cadastre-se.
Seja bem vindo a lookformedical.com, onde você pode fazer perguntas e receber respostas de outros membros da comunidade.
Limitação da responsabilidade: Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site.
...