0 votos
26 visitas
em Vias Neurais por
Atitude escoliótica de convexidade à direita.

Soluções de continuidade nos ístmos de L5, traduzindo espondilólise bilateral, com consequente anterolistese de L5 sobre S1.

Amplo defeito de fusão nos arcos posteriores sacrais.

Nota-se também solução de continuidade no arco posterior de L5, com alterações degenerativas marginais em correspondência, caracterizadas por irregularidade cortical, neoformação óssea marginal e diminutas imagens císticas na medular óssea subjacente.

Demais corpos vertebrais alinhados e com alturas mantidas.

Pseudoabaulamento discal difuso em L5-S1, tocando a margem ventral do saco dural e insinuando-se nos recessos inferiores dos respectivos forames neurais.

Abaulamento discal posterior difuso e simétrico em L3-L4 e L4-L5, promovendo impressão sobra a margem anterior do saco dural nestes níveis.

Canal vertebral ósseo com dimensões preservadas.

Musculatura paravertebral sem alterações detectáveis por este método propedêutico.

Sua resposta

Seu nome (opcional):
Privacidade: Seu email será usado apenas para enviar estas notificações.
Verificação anti-spam:
Para evitar esta informação no futuro, entre ou cadastre-se.
Seja bem vindo a lookformedical.com, onde você pode fazer perguntas e receber respostas de outros membros da comunidade.
Limitação da responsabilidade: Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site.
...